Auditorias na informatização da saúde ocupacional da Petrobras

CaseAuditoriaInformatizaçãoSaúdePetrobrasnew02A analista de sistemas Silvana Lins, da equipe de vigilância epidemiológica da SMS/Saúde, coordenada pela Dra. Kátia Hespanhol, iniciou sua palestra ressaltando a importância do Processo de Auditoria na Informatização da Saúde Ocupacional da Petrobras, pois assegura a qualidade das informações extraídas do SD2000, as quais devem corresponder à realidade da empresa.

A analista destacou que o processo tem alinhamento com dois programas da Petrobras:

– com o Programa de Excelência em SMS que tem, dentre seus focos, a saúde integral dos trabalhadores; e
– com o Programa de Auditorias Corporativas que tem, dentre suas diretrizes, assegurar que informações e conhecimentos relacionados à saúde devem ser precisas, atualizadas e documentadas, de modo a facilitar a sua consulta e utilização.

A seguir, Silvana Lins elencou as ações que norteiam a realização das auditorias no processo informatizado da gestão da saúde dos trabalhadores:

– conferir a observância do princípio do sigilo profissional e segurança das informações;

– conferir mecanismos que garantam o registro, a atualização, o armazenamento e a recuperação de informações relacionadas à saúde;

– conferir o registro dos dados requeridos para levantamentos estatísticos, geração de indicadores de desempenho e gestão, bem como para realização de estudos epidemiológicos;

– conferir aspectos da infra-estrutura e do suporte ao sistema SD2000, considerando tratar-se de uma ferramenta estratégica na Companhia por contemplar à informatização de todos os processos que constituem a gestão da Saúde Integral de todos os empregados;

– recomendar medidas apropriadas que irão subsidiar as ações no campo da saúde do trabalhador;

– avaliar a eficácia e efetividade das medidas;

– considerar as opiniões, sugestões e dúvidas dos usuários, esclarecendo cada situação.

E disse que a sistemática de análise crítica dos dados é a essência do trabalho realizado nas auditorias, pois é quando se valida os registros e a sua confiabilidade, verifica-se a qualidade e o tipo de dado que está sendo inserido no SD2000 e seu alinhamento com os objetivos, além de se consistir os dados dos módulos da saúde com as informações obtidas através do módulo de Indicadores.

A analista finalizou sua exposição destacando a amplitude do trabalho, tendo em vista que o SD2000 Plus, na Petrobras, contempla, além da Medicina e Enfermagem Ocupacional, os subsistemas de Odontologia, Psicologia, Qualidade de Vida/Serviço Social, Nutrição, Higiene Ocupacional e Ergonomia, este, em fase de implantação.

E acrescentou ser “da maior importância para a Petrobras, os dois módulos do SD2000 destinados à consultas e/ou ao tratamento de dados e informações: o MI (Módulo de Indicadores da saúde, que são gerados na filosofia Business Intelligence-BI) e o Sua Saúde, que permite a cada empregado consultar seu prontuário eletrônico”.