Auditorias de gestão da segurança do trabalho na Light

silvio_limaO coordenador de Segurança do Trabalho da LIGHT, Sílvio Lima, iniciou sua palestra ressaltando o pioneirismo da empresa em ações de segurança do trabalho que deu uma contribuição fundamental para a criação de uma cultura prevencionista no País. Destacou que após a aprovação CLT através do Decreto-Lei 5.452/43, a Light registrou em 1944, no então Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio, a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA nº 1 do Brasil. Bem antes do referido Decreto, essa Comissão já existia na Empresa e era chamada de “Comissão Especial de Prevenção de Acidentes – CEPA”. Esta e outras ações que já eram praticadas na Light, serviram de modelo para a comissão parlamentar que apresentou o conteúdo do Capitulo V da CLT que dispõe sobre Segurança e Medicina do Trabalho.

E disse que o processo de auditorias de gestão, implantado na Light em 1999, tem por objetivo, através de um monitoramento que envolve pessoas, equipamentos/ferramentas e procedimentos de trabalho, assegurar que as práticas de gestão da segurança do trabalho estejam sendo adequadamente adotadas nos processos operacionais.

Sílvio Lima resgatou um momento histórico do processo: pelo pioneirismo da Light na implantação das auditorias do SD2000, tive que aturar o próprio Glauco, porque ele mesmo participava da construção dos processos e ficávamos dias e noites no desenvolvimento e implantação da solução. E, em seguida, narrou todo o processo:

– as auditorias se constituem em um trabalho de campo, realizado no momento em que as equipes executam suas tarefas;

– com o lançamento dos dados no SD2000, há o processamento automático dos cálculos das pontuações, a consolidação dos índices, equipe por equipe, sendo apurada a totalização nas equipes e calculado o grau de conformidade de cada empresa contratada ou, no caso de auditorias nos órgãos da própria Light, o grau de conformidade de unidades organizacionais;

– outro produto do SD2000 é o extrato das auditorias que viabiliza ações imediatas ou a elaboração de um Plano de Ação;

– o SD2000 dispõe, ainda, de relatórios operacionais e gerenciais , bem como de recursos para criação, controle e acompanhamento dos Planos de Ação, permitindo a gestão do processo de correção das não-conformidades.

Prosseguindo, o coordenador elencou outros importantes ganhos do processo de auditorias de gestão:

– o completo diagnóstico da situação;

– a identificação das oportunidades de melhorias;

– o comprometimento das partes envolvidas; e

– a elevação do grau de conformidade.

E salientou os principais produtos que podem ser extraídos do SD2000 Plus, nas auditorias:

– a pontuação possível x pontuação obtida por macro-quesito;

– o extrato por unidade, com indicação dos quesitos em desvio e em conformidade;

– a classificação para reprogramação das verificações;

– a comparação do desempenho entre unidades;

– o grau de conformidade por macro-quesito.

Finalizando, Sílvio Lima salientou que ” a área de suprimentos, quando vai proceder a nova contratação de uma empresa de terceirização de serviços de manutenção, consulta a Segurança do Trabalho sobre o grau de conformidade obtido nas auditorias de gestão e que a Light foi premiada pela Fundação COGE/Eletrobras, com o projeto Auditorias de Gestão da Segurança do Trabalho, em um universo onde participaram 34 empresas do setor elétrico, numa disputa entre 77 projetos”.