Gestão & Saúde

Você sabe o que são os exames complementares?

Você sabe o que são os exames complementares?

A Saúde Ocupacional encarrega-se das questões relativas à saúde dos funcionários de uma empresa. Esse cuidado se consolida, especialmente, por meio das iniciativas preventivas do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) e dos seus exames complementares.

Você trabalha em um local com ruídos elevados e constantes? Com certeza, alguns exames relacionados à audição serão solicitados para você.

Veja aqui o que são e quais os principais exames complementares a Saúde Ocupacional costuma requerer com intuitos preventivos.

PCMSO e exames complementares

Por força da Norma Regulamentadora N. 7 (NR-7) – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, “todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores como empregados” estão obrigados a elaborar e implementar o referido Programa.

O PCMSO deve realizar exames com as seguintes naturezas:

  • Admissional;
  • Periódico;
  • De retorno ao trabalho;
  • De mudança de função;
  • Demissional.

Estes exames serão realizados através de “avaliação clínica, abrangendo anamnese ocupacional e exame físico e mental” e mais os exames complementares.

Os chamados exames complementares, portanto, são constituídos pelos exames que o médico responsável pelo PCMSO considera necessários para fins de controle ocupacional. São auxiliares do profissional médico para fins de diagnóstico. Por essa razão são considerados complementares.

Devem atender as exigências da legislação para fins de elaboração do PCMSO, assim como, levar em conta as atividades desenvolvidas pelo trabalhador. São instrumentos da Saúde Ocupacional na empresa e representam ações preventivas e de cuidado com relação a possíveis doenças ocupacionais.

Principais exames complementares

Em se tratando de Saúde Ocupacional, estes são os exames complementares  que costumeiramente são requisitados:

  • Audiometria
  • Espirometria
  • Radiografias
  • Eletrocardiograma
  • Eletroencefalograma
  • Acuidade Visual
  • Exames Laboratoriais

Audiometria

Trata-se de uma avaliação da acuidade auditiva do trabalhador, ou seja, detecta a ocorrência de possíveis perdas no sentido da audição do funcionário.

O exame de audiometria é realizado em cabine de isolamento acústico.

Espirometria

Este exame é uma medição da quantidade de ar e a velocidade com que ele entra e sai dos pulmões quando o funcionário respira.

A espirometria é realizada com o funcionário de pé e respirando pela boca, que o trabalhador coloca em um tubo conectado ao aparelho medidor (espirômetro).

Radiografias

Os exames de Raios X do tórax e da coluna vertebral são os mais comumente solicitados para fins de Saúde Ocupacional.

Eletrocardiograma (ECG)

O eletrocardiograma é uma medição das variações das ondas elétricas resultantes das contrações do coração.

O ECG é realizado com o funcionário deitado e com eletrodos cardíacos afixados na região torácica. Esses eletrodos captarão as variações elétricas das batidas do coração e as transmitirão para um aparelho (eletrocardiógrafo) que imprimirá um gráfico, posteriormente lido pelo médico.

Eletroencefalograma (EEG)

Esse exame analisa a atividade elétrica cerebral espontânea, ou seja, detecta possíveis anormalidades no funcionamento cerebral.

No EEG o paciente permanece deitado, com eletrodos afixados em seu couro cabeludo. Os eletrodos encaminham os sinais captados para um aparelho (eletroencefalógrafo) que imprimirá um gráfico a ser analisado pelo médico.

Acuidade visual

É o exame oftalmológico que avalia a capacidade da visão na percepção de formas e contornos. Detecta a existência de déficit nessa capacidade visual do funcionário.

A forma mais simples de sua realização é a verificação através da Escala de Sinais de Snellen. Com ela o funcionário deve ler algumas linhas de letras que vão diminuindo em tamanho.

Exames laboratoriais

Trata-se de um conjunto variado de possibilidades de exames, a maioria a partir de avaliação de sangue, urina e fezes do funcionário.

Como são definidos os exames complementares

As diversas avaliações de saúde ocupacional pelas quais o funcionário passa (admissional, periódica etc.) serão o ponto de partida inicial para as solicitações dos exames complementares.

Por outro lado, existem alguns exames obrigatórios definidos pela legislação em função da atividade desenvolvida. Por exemplo: havendo exposição à radiação ionizante, o trabalhador deverá realizar um hemograma completo, assim como contagem de plaquetas a cada 6 meses. Também alguns exames toxicológicos podem ser solicitados na fase admissional.

Você percebe, então, que na Saúde Ocupacional o médico pode lançar mão de uma série extensa de exames complementares para consolidar seu diagnóstico, mas a própria legislação já indica algumas circunstâncias em que determinados exames são obrigatórios.

O que você achou deste post? Compartilhe com os seus comentários.

Sobre o autor

portalglauco

Deixar comentário.

Share This