Gestão & Saúde

Entenda de uma vez por todas a importância do exame admissional

Exame admissional é um exame médico rápido e simples, previsto no artigo 168 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) que obriga os empregadores a providenciarem esse tipo de exame sempre que se contratar um funcionário com carteira assinada. Ou seja, o custo do exame é sempre da empresa.

Recomenda-se que a avaliação médica ocupacional seja realizada não apenas no momento que antecede a contratação, como periodicamente e assim que o colaborador for desligado do trabalho.

Para isso, é importante contar com bons fornecedores que ofereçam soluções eficientes na gestão e controle da saúde ocupacional dos empregados (com o acompanhamento dos exames periódicos e dos documentos ou laudos vigentes ou vencidos, por exemplo).

Exame admissional: bom para todos

Tal procedimento atesta que o empregado está em perfeita saúde física e metal para exercer a atividade a qual está sendo contratado, ampliando a segurança e garantia, tanto para a companhia, como para o funcionário.

Para a empresa, é uma garantia a mais de que o trabalho será realizado, uma vez que o funcionário contratado está apto para exercê-lo. Além de protege-la de ser culpado por doenças ocupacionais pré-existentes.

Para o empregado, é a segurança de que está apto para a atividade e se alguma doença for adquirida no exercício de suas funções, ele poderá ser indenizado por isso.

O que deve ser feito

O exame admissional deve ser efetuado sempre por um médico especializado em medicina do trabalho que possui experiência e qualificação técnica para identificar doenças ocupacionais, em clínicas ou empresas exclusivas.

A avaliação inclui aferição da pressão arterial, dos batimentos cardíacos e um questionário sobre doenças da família e o quadro clínico geral do funcionário. Além disso, dependendo da atividade que será exercida, exames complementares de visão, audição, força, condicionamento físico e etc. podem ser solicitados.

É muito importante que o médico se aprofunde sobre quais serão as atividades exercidas e como é o local de trabalho. Ao final, é emitido um Atestado Médico de Capacidade Funcional.

O que não deve ser feito

A fim de se evitar práticas discriminatórias, não são permitidos no exame admissional:

  • Teste de gravidez;
  • Teste de esterilidade;
  • Teste de HIV/AIDS.

O exame admissional tem como objetivo preservar a saúde do trabalhador e dar garantias para a empresa, a fim de protege-la de doenças pré-existentes de seus funcionários, porém sem discriminar ou excluir.

Qualquer ação que fuja da rotina de um exame admissional poderá dar margem para uma ação judicial por danos morais, por parte do empregado.

Além disso, qualquer inaptidão para determinado trabalho deve estar fundamentada em fatos concretos e explicando que um requisito básico para a execução da tarefa não é atendido pelo candidato. Um profissional que pode estar inapto para determinada função, pode estar apto para outra, sem colocar sua saúde em risco.

Assim, observa-se que o exame admissional é um procedimento que garante que a contratação dos funcionários é realizada de acordo com os requisitos legais e normativos, assegurando tanto a empresa, quanto o trabalhador.

O exame admissional é importante para a sua empresa e para a seus clientes? Compartilhe suas dicas nos comentários.

Sobre o autor

portalglauco

Deixar comentário.

Share This